sexta-feira, 27 de maio de 2011

AS CRONICAS DE NARNIA, de C. S. Lewis


“Vinde a mim as criancinhas!”, dissera Jesus segundo uma passagem da Bíblia. E é na Bíblia que Clive Staples Lewis  foi buscar a inspiração para escrever os livros que compõe a saga AS CRÔNICAS DE NÁRNIA, sobre um mundo mágico, repleto de animais falantes e pensantes, reis e rainhas meninos e muita, muita aventura. E nada mais perspicaz e coeso do que usar aquelas palavras de Jesus para começar esse post pois foi para as crianças, exclusivamente para elas, que Lewis escreveu seus livros.

domingo, 22 de maio de 2011

Belezinhas via Amazon: A origem ("Inception")

Eis que finalmente uma esperada compra chega da Amazon dos US and A! Eu havia comprado "INCEPTION" numa promoção em 14 de fevereiro por módicos US$ 13,99, com entrega prometida para até 30 de março. Em 30 de abril, nada do meu filme - e várias outras encomendas feitas posteriormente chegando. A Amazon, solícita como só ela - e que deveria servir de exemplo para TODOS os e-commerce brazucas - me extornou o valor do pedido e do frete (em torno de US$ 8) e ainda me extornou o valor do novo frete (eu poderia escolher o mais caro para chegar mais rápido) na nova compra. Resultado: em menos de três semanas me chegou aqui um ítem aguardadíssimo em minha coleção, com luva lenticular, e muitos, muitos extras. Tudo legendadinho em português! 

Sem mais delongas, eis o vídeo:




ou aqui:



sexta-feira, 20 de maio de 2011

Vizinhos - e irmãos - não se escolhe

O cinema argentino, venho batendo nessa tecla há tempos, está dando um banho no cinema brazuca, seja em termos técnicos, seja em termos artísticos,  onde podemos citar direção, atuação e roteiro, vide o oscarizado O SEGREDO DE SEUS OLHOS, de 2009. O filme dirigido pelos hermanos Mariano Cohn e Gastón Duprat e escrito por Andrés Duprat, e que assisti no Festival do Rio ano passado,  é mais um exemplo da excelência que está faltando em muitas de nossas produções, infelizmente.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A superação real

Finalmente assisti ao ganhador do Oscar de melhor filme deste ano, O DISCURSO DO REI (The Kings Speech). E posso dizer uma coisa: mereceu. O filme tem tudo o que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood pode almejar num longa-metragem: roteiro com bases históricas, elenco afinado para  personagens carismáticos, superação pessoal e profissional, redenção, direção de arte e fotografia impecáveis, além da própria direção do longa, que concedeu também o Oscar a Tom Hooper.  Particularmente meu filme preferido era CISNE NEGRO, seguido de BRAVURA INDÔMITA, mas tenho que dar o braço a torcer: a academia foi justa.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Belezinhas via Amazon: GONE WITH THE WIND e TAXI DRIVER

Compras vindas diretamente de Orlando, onde estava uma amiga de férias. Edições mais do que especiais de filmes fabulossos!

Sem mais delongas, ai vai o vídeo de hoje:



segunda-feira, 9 de maio de 2011

O Deus do... estalinho?


Fui conferir a mais nova empreitada da MARVEL na sétima arte, Thor, ou, como queiram os fãs, mais um prequel do filme d’OS VINGADORES, que deve chegar aos cinemas em 2012, mas antes do “fim do mundo”.  Devo confessar que meu conhecimento da mitologia do herói vem principalmente dos desenhos desanimados dos anos 1970, mas a verdade é que para um filme sobre o DEUS DO TROVÃO muita coisa deixou a desejar, principalmente o enredo, em detrimento a tiradas cômicas que nem sempre são bem-vindas em filmes de super-heróis, e efeitos nem tão empolgantes assim. Bola fora para o shakespieriano Kenneth Branagh, que dirigiu a fita.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Verdade ou consequência?

O mundo parou na segunda-feira, dia 02 de maio, infelizmente não para comemorar mais um título estadual de futebol do Flamengo e o naufrágio mais uma vez do Vasco da Gama, mas sim a morte do inimigo público número 1 dos EUA (e do resto do planeta, talvez): Osama Bin Laden. Mas afinal, ele realmente está morto?
Ocorreu um erro neste gadget