segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Belezinhas via Amazon-De: Jurassic Park Special Edition

Vindo direto da terra da Octoberfest e do Chucrute, uma edição muitíssimo especial da trilogia dos dinossauros do tio Spielberg. Digipack com os três filmes mais as (totalmente dispensáveis) cópias digitais, dois pôsteres, lanterninha, cards e um livreto de capa dura com informações (em inglês) sobre os filmes, tudo isso acondicionado numa lindíssima caixa de madeira forrada com palha. 

Sem mais delongas, eis o vídeo:



Gostou? Seguem links para edições de Jurassic Park pela Europa, todos legendados em português de Portugual. O primeiro é só o filme de 1993. O terceiro é uma lindíssima edição, semelhante a que eu apresentei, mas com a miniatura do T-Rex.:

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Vôo rasante

Os primeiros 20 minutos (mais ou menos) de qualquer filme são essenciais para que o público entenda e compre a história. Isso é um fato praticamente certo e ensinado na primeira aula de roteiro em qualquer curso ou escola de cinema. Em "O VÔO", o roteirista John Gatins leva essa premissa tão a sério que facilmente conhecemos os personagens e sabemos quais serão suas reações ao longo dos 100 minutos seguintes. Whip Whitaker (Denzel Washington, mais uma vez em excelente atuação, que lhe rendeu até uma indicação ao Oscar esse ano) é um piloto  comercial veterano, extremamente competente e seguro de seus atos mas que tem problemas com bebidas e drogas. Eles não é simplesmente um pinguço que dá uma cafungadinha (desculpem o palavreado chulo) de vez em quando; ele é alcoólatra inveterado, mas tão seguro de sim, que é capaz de decolar uma aeronave em meio a uma tempestade tropical ainda de ressaca.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

As vantagens de se assistir um bom filme

Você já viu essa figura. Ele é o seu colega de escola quietinho, tímido, que senta - ou sentava - a seu lado na sala, mas você nunca soube seu nome. É aquele cara que, se vai a uma festa, fica ali no cantinho, bebendo um refri, apenas olhando o movimento, e nunca interage com os outros, nem faz qualquer esforço para isso, muito menos para ser notado. É um adereço na decoração apenas. Uma flor na parede. Invisível. E ele está legal com isso. Ao contrário dos colegas que buscam a todo custo ser populares, ele foge do radar. E conta os dias para que o martírio de ter que ir a escola no ensino médio - no caso dos americanos, o High School - termine e ele possa seguir com sua vida. Esse é o personagem Charlie (Logan Lerman) no excelente "AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL", tradução livre para "The perks of being a wallflower", dirigido e escrito por , baseado em seu livro de grande sucesso.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Maravilhosa aula de história - e política

Abraham Lincoln foi o décimo sexto homem a presidir aquele que viria a ser a maior potência política, econômica e bélica mundial do século XX. E é considerado o maior (até mesmo pela altura) e mais sábio de todos eles, até hoje. Vindo de uma família humilde, esse homem, praticamente analfabeto até o início da idade adulta, formou-se em direito e após passagem pela câmara dos deputados pelo estado de Illinois e também pelo senado, foi eleito presidente daquela nação, tendo liberado o país durante a sua maior crise: a Guerra Civil, evento responsável pelo maior número de norte americanos já mortos em uma guerra.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Tarantino Livre

Quentin Tarantino é um cineasta que conseguiu imprimir sua assinatura em Hollywood nos anos 1990 com filmes onde a violência gratuita é um personagem a parte, mas nunca deixando de lado um fator importantíssimo para qualquer história: o roteiro e seus personagens. Tarantino sabe como poucos contar uma boa história e domina magistralmente a arte do diálogo, por um motivo único apenas: ele ama seus personagens como se fossem seus filhos e sabe exatamente como cada um deles deve falar e se comportar em cena. Filmes como "Cães de Aluguel" e "Um drink no inferno" foram apenas prelúdios de uma carreira em constante ascensão, que já brindou os fãs da sétima arte com pérolas como "Pulp Fiction" e "Bastardos Inglórios". Em "Django Livre", seu mais novo trabalho, Tarantino, presta clara homenagem aos clássicos diretores  John Ford e Sergio Leone, entre outros, que moldaram seu gosto pela sétima arte e o ajudaram a criar esse seu universo particular.
Ocorreu um erro neste gadget