quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Uma tarde na Bienal do Livro com Eduardo Spohr.

Não é de hoje que eu faço com muito orgulho propaganda para esse que, além de amigo há décadas (sim, há decadas! estou velho!), é o mais talentoso escritor de sua geração (da minha também, rs), que elevou a literatura fantástica brasileira a um patamar há muito almejado.

Lembro-me de que fui acompanha-lo a Bienal do Livro lá nos idos de 2007 quando ele ganhou o prêmio do SENAI como melhor obra de ficção para autores não publicados com o badalado A BATALHA DO APOCALIPSE e, com isso, o direito a 100 exemplares impressos pela (infelizmente) hoje fechada Fábrica de Livros do SENAI.  A partir daí foi apenas ladeira acima, apoiados sempre de perto pelo pessoal do Jovem Nerd, que dedicou um NERDCAST inteiramente a BATALHA... (programa de que tive a honra de participar). O reconhecimento veio quase instantaneamente e hoje Dudu, como carinhosamente o chamamos, já é publicado em diversos países mundo a fora e prepara-se para lançar o derradeiro terceiro volume de FILHOS DO ÉDEN, entitulado PARAÍSO PERDIDO.

Semana passada eu tive a honra novamente de poder acompanha-lo a Bienal do Livro no Rio de Janeiro, onde conversou com os fãs e distribuiu autógrafos e simpatia.

Confira aí o vídeo!

 

Vocô pode gostar também de ler a entrevista que fiz com o Spohr em maio de 2013, quando lançou ANJOS DA MORTE: clique aqui.

Ocorreu um erro neste gadget